11.jpg12.jpg13.jpg14.jpg15.jpg16.jpg17.jpg18.jpg19.jpg20.jpg21.jpg22.jpg23.jpg24.jpg25.jpg26.jpg

Feste Religiose

 Espero que esteja ao agrado dos protagonistas das situações e também dos jovens, de modo  que possam compreender  as suas raízes culturais  e o espírito do passado.

 Que a nossa proposta de valores os mantenham firmes em sua essência e que possam enriquecer ainda mais o famoso dito  popular:‘ far l’ America’. Sei que escrever e  salvar as memórias é um trabalho um tanto quanto difícil de conseguir e, certamente,  mais difícil ainda  quando feito na solidão, no interno da consciência. Mas não posso deixar de fazê-lo: por tantos que aqui deixam seu testemunho, conhecimento e reflexão no amplo campo sócio-cultural.

   Se preservar o que aprendi; se determinados argumentos se mostram úteis à manutenção da cultura que sempre amei; se pode ser traduzido como um meio de  divulgação dos princípios  de responsabilidade, coerência e amor  do nosso povo, então a minha decisão é valida. O conhecimento comunicado através da divulgação, pode se transformar na passagem através das consciências e das identidades culturais, mais que em simples expressão de saudosismo ou conformismo: pode verdadeiramente assinalar a maturidade crítica e a aceitação de uma nova identidade: Vênetos Brasileiros. A minha identidade de Vêneta Brasileira, só compreendi quando estive a ponto de perdê-la;  aprendi a sentí-la forte dentro de mim quando, na Itália, foi colocada em discussão.  Observar e compreender  foi e é estrada obrigatória.

   Não é possível  esquecer ou simplesmente deixar de lado uma tão grande área plena de sensibilidade coletiva. O que vejo é que todas as Associações ou Entidades Culturais, Governo, novas leis e novos projetos, se colocam no jogo contemporaneamente e, como acontece freqüentemente nesse caso, as cartas estão tão misturadas  e não se sabe como nem com quem devemos jogar. Mas como sou conhecida por teimosa, não saio do jogo porque eu sei a quem dizer: Bravo! E eu grito, não apenas falo: Bravos, ítalos gaúchos! Bravos Vênetos Brasileiros! Bravos!!!

PARLEMO TALIAN!

 

  

Data- abril 1999

Auguri Cantai

Famílias Dorighello, Modolo, De Nadai, Gaiotto, Grando

Localidade- Associação Veneta de Cerquilho, Tiete e Região-  Cerquilho- SP-

 

Bonin bonan

bon caspo de l’an

Siora parona

me vendela la pitona?

Ben ben

vegnarò anca sto ano che vien

vegnarò co la cariola

menar via la vostra fiola,

vegnarò col cariolon

menar via vostro paron.

Se me darè sinquanta

me impienisso la pansa

se me darè dusento

andarò via pì contento.

Bonan bonan

co la sacheta in man

co l’agneleto rosto

el pan sensa la grosta

lo magnaria anca mi,

na borsa de oro

e na borsa de argento:

demene sinque schèi che me contento.....

 

 

Data- março 1994

Son qua con la gran stela

Amelia Tomasetto Marca  Soccol

Localidade- Serafina Corrêa- RS

 

Semo qua con la gran stela

par ‘dorar Maria e Gesu

semo qua co la novela

che ze nato el Rè del Ciel.

 

Nose e nosete no ghin volemo

parchè ghemo i denti ciari

volemo carne de becari

o saladi ben insacà.

 

O sinò luganeghete

o sinò quel che voli

o panseta o bresole

ma qualcossa portè qua.

 

Se par caso no ghi gnente

deme pure na palanca

co la drita o co la sanca

co na man, portela qua.

 

E noantri, cari paroni,

ve ringrassiemo tanto e tanto

dela grassia del fagoto

e me mi dassi un ‘antro goto

semo belche incontentà.

 

InícioAnt12345PróximoFim